Esse laudo pode ser importante para evitar problemas entre o locatário e o locador, bem como resguardar ambas as partes no futuro.

Quem foi locador certamente já se deparou com o laudo de vistoria de imóvel, uma etapa importante dos processos imobiliários. Esse documento é uma prova de que ambas as partes envolvidas estão resguardadas e de acordo com as condições da propriedade, que será liberada para locação.

O laudo deve ser realizado tanto no início quanto ao final do contrato, e é interessante para o locador e para o locatário. Assim como o locador fica tranquilo quanto às condições de entrega, o locatário reúne informações da real condição do imóvel.

No mercado de aluguel de galpões não é diferente: este relatório pode auxiliar quem aluga uma instalação logística ou industrial no futuro em algum processo no qual seja necessário.

Entenda, neste texto, a importância do laudo de vistoria do imóvel para o seu galpão, por que ele dá segurança a ambas as partes, quando esse termo é necessário e também dicas de como fazê-lo corretamente.

O que consta no laudo de vistoria

Este documento analisa as condições da estrutura de uma propriedade e é feito geralmente por um profissional, como um vistoriador ou um corretor imobiliário.

O termo deve conter as dimensões do imóvel, se há vazamentos ou infiltrações, condições da mobília (se tiver), dados sobre o sistema elétrico e sobre o sistema hidráulico, informações sobre a pintura, rachaduras, pisos e revestimentos, janelas e portas e também o nivelamento.

duas mulheres conferindo documentos e assinando um deles

Tipos de vistoria

A vistoria inicial de qualquer imóvel alugado é feita primeiramente antes do locatário passar a utilizar aquele espaço e é chamada de vistoria inicial. Essa regra vale inclusive para galpões. Isso porque essa vistoria é essencial para garantir que ambas as partes estejam cientes das condições do imóvel.

Também bastante comum, a vistoria final é realizada com a finalidade de conferir as informações reunidas antes e depois da locação, fazendo um comparativo. Dessa forma, identificam-se eventuais danos registrados durante o período.

Assim, se você alugar um galpão, no laudo de vistoria inicial constarão todas as especificações e informações sobre o estado do local. O final é aquele que atestará que o galpão foi devolvido nas mesmas condições em que foi recebido.

Há ainda a vistoria de constatação, que ocorre durante a fase de locação, quando o locatário precisa realizar algum tipo de reparo. Ela tem como objetivo atuar na prevenção de conflitos entre locadores e locatários.

Como fazer uma vistoria de imóvel

O relatório do laudo de vistoria é um registro formal de todas as condições de conservação do prédio em questão; nele consta o que precisa de reparo e o que apresenta algum tipo de defeito. Portanto, não economize nos detalhes e fique atento aos seguintes pontos:

Planta

Antes de assinar o laudo de vistoria do galpão, dê uma olhada na planta da propriedade e verifique se as medidas estão corretas. É legal averiguar também os locais nos quais é possível realizar reformas ou intervenções.

Hidráulica

Durante o processo de inspeção, verifique se todos os registros estão funcionando normalmente, abrindo e fechando sem qualquer tipo de problema, e se existem vazamentos em pontos da propriedade.

Teste ainda as torneiras, as descargas e analise se a água está em bom estado — água com algum tipo de cor ou turva pode ser indício de falta de manutenção ou de uma instalação hidráulica antiga. Confira também se há infiltrações, mofo ou umidade.

Elétrica

O estado do quadro de luz e as condições das tomadas e das lâmpadas precisam ser criteriosamente avaliados. Trata-se de um ponto importante, pois falhas no sistema elétrico podem ocasionar sérios acidentes de trabalho. Essa questão é especialmente relevante porque os galpões devem ser bem iluminados, principalmente dependendo do material armazenado neles.

Janelas e portas

Como os galpões geralmente são construídos com janelas e portas de metal, é preciso averiguar o estado de conservação dessas estruturas, se há ferrugem ou algum tipo de problema de funcionamento.

Por outro lado, quando encontrar janelas e portas de madeira, é preciso tomar cuidado com os cupins e analisar se é preciso realizar manutenção, como o envernizamento.

Pisos

A dica é ser criterioso em todas as etapas do processo de vistoria, mas os pisos são especialmente importantes para os galpões, pois um local que não esteja em condições adequadas para a função pode render prejuízos no futuro. Além disso, pisos instáveis podem comprometer o transporte de mercadorias.

O piso deve ser liso e com o mínimo de obstáculos possível, além de resistente, para facilitar deslocamentos. Confira ainda se não é possível, por exemplo, aplicar uma nova camada, como o piso industrial vinílico, caso seja interessante.

Leia mais: Administração, venda e aluguel de galpões

Pintura e rachaduras

Além de identificar a existência das rachaduras, é necessário detalhar qual o risco delas. Quando são superficiais, não há motivo para preocupação; mas quando o dano é estrutural, pode ser interessante consultar um profissional para avaliar os riscos.

Em relação à pintura, o laudo deverá apontar manchas, áreas descascadas, riscos e outros tipos de marcas.

É importante ressaltar, porém, que o laudo de vistoria de imóvel não é obrigatório, mas o locador precisa providenciá-lo caso o locatário solicite. No caso de imóveis com função logística, como é um galpão, a vistoria é especialmente importante

Se for realizada, recomenda-se que o laudo seja assinado na presença das duas partes.

Além disso, apesar de seguir um padrão que aborda pontos em comum, personalize o máximo possível o documento, com cuidado e atenção aos detalhes e às necessidades do negócio.

Ainda tem dúvidas quanto ao processo de aluguel do seu galpão? A Disk Galpões tem a experiência necessária para ajudar o empreendedor a realizar a melhor escolha na hora de alugar, comprar ou vender uma instalação para diversas finalidades.

Com um nome forte aliado à tradição e à experiência no mercado imobiliário industrial e logístico, a empresa do Grupo Galicia possui ainda alta visibilidade na internet quando o assunto é tudo relacionado ao aluguel de galpões.