As características de cada galpão e a relação custo-benefício vão nortear essa escolha. O mercado atualmente oferece uma variedade de modelos de diferentes materiais.

Na hora de escolher qual telha para galpão utilizar, é preciso levar em conta as particularidades do local. Como galpões são em geral instalações de grande extensão, que precisam de espaço, o preço também é sempre considerado.

Entretanto, a busca pela economia de recursos, tão essencial em todo negócio, não deve ser confundida com a preferência por um material de baixa qualidade, pois muito provavelmente no futuro ele renderá custos que não existiriam com modelos de melhor qualidade.

Se você está em busca da melhor relação custo-benefício entre telhados para galpões, analise abaixo os principais modelos, suas vantagens, desvantagens e características.

Leia também: Administração, venda e aluguel de galpões

Telhas avermelhadas pela ferrugem, lado-a-lado

Telhas metálicas

Resistentes e feitas de aço galvanizado (revestidas de zinco) ou galvalume (liga composta de alumínio, zinco e um pouco de silício), as telhas metálicas são consideradas uma boa opção para quem se preocupa com o preço, pois oferecem ótimo custo-benefício.

Elas são, inclusive, o tipo mais comum no mercado de galpões industriais e comerciais e um dos motivos é o seu preço.

Outro ponto interessante é o fato de que é possível fabricá-las sob demanda, de acordo com as peças que serão necessárias em cada projeto. Além disso, as telhas metálicas são de fácil instalação e manutenção, o que facilita eventuais reformas e ampliações.

Mesmo sendo uma opção econômica, trata-se de um material seguro e de alta durabilidade. As telhas de metal são indicadas para galpões que já possuem estruturas feitas de metal, mistas ou para galpões pré-fabricados.

Quanto a esse tipo de cobertura, porém, deve ser levado em conta a altura do pé direito da área industrial ou logística, tendo em vista que deve existir uma boa exaustão de circulação do ar quente para dissipação do calor em dias quentes e boa circulação de ar.  

Também é extremamente ruidoso em chuvas fortes ou eventuais chuvas de granizo, chegando a atrapalhar inclusive o trabalho durante maiores precipitações, dependendo da região.

Telhas termoacústicas

Esta telha para galpão também é de metal, mas possui a capacidade de isolar ruídos, barulhos e a temperatura externa em dias de calor ou frio intenso. É conhecida ainda como telha sanduíche.

É composta de duas lâminas de aço e revestida de poliestireno expandido ou poliuretano, e pode ser ainda do tipo forro. No entanto, exige um investimento mais alto se comparada com outros materiais usados para cobrir instalações como os galpões.

No caso de uso desse material, deve existir acompanhamento de um profissional que oriente se é a melhor solução, uma vez que dependendo do tipo de material, em caso de um sinistro que envolva chamas, ele pode ajudar a espalhá-las mais rapidamente. 

Por isso, é necessário analisar a atividade que será efetuada inicialmente. Se o imóvel for para renda ou seja para locação, é necessário observar que tipo de empresa irá se instalar no local. 

Atualmente, as seguradoras estão mais atentas a essa verificação, inclusive podendo recusar a fazer o seguro ou agravar o prêmio. Por isso, fique atento. Essa cobertura traz muitos benefícios, apesar de ser mais cara inicialmente, porém pode inclusive impedir a entrada de uma empresa ou logística no local.

Telhas de fibrocimento

Este material foi introduzido ao mercado com o objetivo de substituir as antigas telhas de amianto, prejudiciais à saúde. As telhas de fibrocimento, como o próprio nome diz, possuem fibras de cimento sintéticas e polpa celulósica, que são tratadas quimicamente.

O avanço da tecnologia tem desenvolvido variações dessas telhas com custos e impactos ambientais cada vez menores. No entanto, elas absorvem bastante calor e são menos indicadas que outros materiais em determinados casos.

São escolhidas normalmente por seu valor mais em conta. Visualmente, porém, não possuem acabamento de qualidade e apresentam vida útil e resistência inferior em comparação com as telhas metálicas. Esses são outros pontos que requerem atenção.

Tenha em mente que esse tipo de material costuma dar mais manutenção ao longo da vida útil, que vai de 20 a 25 anos. Após esse prazo, fatalmente o proprietário pode considerar uma substituição integral de todas as telhas.

Telhas autoportantes

As telhas autoportantes são indicadas para empreendimentos com grandes vãos, como ginásios poliesportivos, instalações industriais, hangares e prédios comerciais.

Tem dimensões bem maiores que as demais opções e podem ter peças com bastante comprimento. Apesar disso, são de fácil instalação: içadas por maquinários próprios para a função e fixadas com parafusos e uma capa enrijecedora.

Podem representar um investimento mais alto, mas demandam pouca manutenção e proporcionam um telhado seguro, rígido e fechado com perfeição.

Telhas onduladas

Existem ainda as telhas onduladas, que apresentam como diferencial a curvatura, como as que vemos em quadras poliesportivas e ginásios. Geralmente são utilizadas em projetos que utilizam arquitetura com ângulos e acabamentos diferenciados.

Podem ser boas opções os modelos multidobras ou calandrada, composta de aço galvanizado ou galvalume.

Telhas translúcidas

As telhas transparentes para galpão proporcionam economia de energia com a iluminação natural do ambiente e são consideradas de baixo custo por conta do material do qual são feitas: resina plástica reforçada com fibra de vidro.

Dê preferências às que não usam fibra de vidro, pois as feitas com esse material com o tempo costumam ficar amareladas e opacas, perdendo a função de entrada de luminosidade.

Leia mais: Cabine primária, para que serve e porque é importante

Além de serem resistentes ao calor, às chuvas e aos raios ultravioleta, não apresentam manutenção muito complexa. Uma vez que sejam sempre higienizadas, para evitar que a sujeira impeça a passagem da luz, dificilmente apresentarão danos.

Com as informações apresentadas acima, somadas às características e necessidades do seu negócio, é hora de pensar em qual é o tipo de telha para galpão mais adequado para sua empresa.

É importante ressaltar que, se o espaço não for muito amplo, uma telha ondulada é uma boa opção, enquanto que para instalações mais extensas, de médio ou grande porte, a autoportante é interessante.Quando o assunto é administração, venda e aluguel de galpões, a Disk Galpões oferece toda a consultoria necessária para auxiliar o empreendedor na tomada de decisão. Entre em contato conosco e encontre o galpão ideal para o seu negócio.

Telhado de uma construção de madeira visto de lado